Chuvas, ventanias, temporais e raios são alguns dos piores inimigos do bom funcionamento de uma obra. As intempéries podem levar a atrasos na entrega dos trabalhos e a grandes perdas, gerando prejuízos. Para evitar esses cenários, o laudo meteorológico apresenta-se como uma ferramenta de grande valor.

Também conhecido como certidão meteorológica, esse laudo é um documento emitido por meteorologistas e que contém a análise científica de fatos do passado, seja de um único evento ou de um período prolongado.

O profissional recolhe dados observados das mais diversas fontes e usa seu conhecimento para emitir o parecer. É diferente do estudo meteorológico, que envolve modelagem do tempo e do clima para demandas específicas.

Com o conhecimento das condições atmosféricas de um lugar ao longo do ano em mãos, as empresas de engenharia podem planejar recursos ou atividades, conhecer os riscos meteorológicos envolvidos e se preparar para adversidades.

Os dados fornecidos por esses estudos podem ser cruzados com informações econômico-administrativas da empresa e auxiliar nos processos decisórios futuros.

Neste artigo, vamos explicar algumas das principais vantagens do laudo meteorológico para a construção civil. Para manter-se informado sobre o assunto, basta ler o post até o fim!

Por que usar laudo meteorológico nos projetos de engenharia

1. Ajuda a minimizar perdas e riscos nas obras de infraestrutura

Quanto maior a obra, mais detalhado deve ser o planejamento para que os processos e os recursos sejam otimizados. A realização de trabalhos de infraestrutura, como a construção de pontes e estradas, prolonga-se por um longo período e acontece ao ar livre. Portanto, ter um bom conhecimento do comportamento da atmosfera na região é fundamental.

A logística dos suprimentos para a obra e a calendarização das atividades devem respeitar a meteorologia. Em períodos de chuvas e ventanias, por exemplo, o engenheiro não vai querer ter grandes quantidades de areia e pedras no canteiro, pois esses materiais podem ser levados facilmente pela água e pelo vento. Com o laudo meteorológico em mãos, no entanto, ele consegue planejar as compras e as atividades, pensando em como serão as condições climáticas em cada momento da obra.

Além disso, esse tipo de trabalho exige que o gestor conheça bem o comportamento típico da atmosfera no terreno ao longo do ano, passando por todas as estações. Assim, ele saberá escolher os melhores materiais e a melhor estrutura para o projeto, de acordo com as condições meteorológicas da área.

2. Garante o aumento da produtividade e rendimento dos negócios

Grandes obras, como a construção de um aeroporto, necessitam de um planejamento cauteloso para otimizar o funcionamento futuro das instalações. A empresa pode solicitar um estudo sobre direção e velocidade do vento ao longo de um ano em determinados terrenos para desenvolver adequadamente a orientação das pistas, por exemplo.

Esse laudo pode abranger também o período de recorrência de rajadas laterais — muito prejudiciais à aviação — e nevoeiros, que podem impedir pousos e decolagens, de modo a garantir ao futuro aeroporto o maior número de horas em operação.

3. Garante a segurança no trabalho

Canteiros de obras são ambientes com alto risco de acidentes para as equipes que lá trabalham. Esses perigos aumentam quando trata-se de uma obra grande como, por exemplo, um grande complexo industrial, que pretende expandir os trabalhos realizados ao ar livre.

Nesses casos, a construtora pode solicitar um parecer técnico sobre o número de raios que costumam cair em determinados meses do ano e pode planejar a instalação correta de para-raios a fim de preservar vidas.

Além disso, o conhecimento do comportamento da atmosfera ao longo do ano auxilia na calendarização das atividades. Com isso, o engenheiro pode distribuir as equipes em trabalhos que diminuam os riscos de acidentes relacionados às condições do tempo — não planejar tarefas que demandem o uso de andaimes em período de fortes ventos, por exemplo.

4. Ajuda no planejamento de cenários e no plano de contingência

Quando uma obra começa, ela já tem data para terminar. Os prazos da construção civil são rígidos, uma vez que a eles estão atrelados fatores como custo de aluguel de equipamentos, contratação de equipes e disponibilidade de outros recursos.

Todo esse planejamento pode ir — literalmente — por água abaixo com condições adversas do tempo, como chuvas excessivas, enchentes, prejuízos com equipamentos danificados pela umidade ou descargas elétricas e outros acidentes e imprevistos relacionados ao tempo.

O laudo meteorológico fornece o parecer técnico para provar a necessidade de extensão dos prazos ou da contratação de funcionários temporários para finalizar a obra. Nesses casos, o documento serve como uma garantia de que a empresa está fazendo tudo dentro das suas possibilidades para cumprir com seus compromissos. Isso pode até evitar multas por quebra de contrato para a construtora.

5. Auxilia nas operações das seguradoras

Além das aplicações diretamente nas obras, o laudo meteorológico também tem implicações quando o assunto é o seguro das obras. O documento emitido pelo meteorologista garante o parecer de um especialista e pode servir tanto para a seguradora quanto para o segurado.

Para as seguradoras, ter o laudo significa minimizar o risco de perdas por fraude, uma vez que ele traz informações precisas e validadas por especialistas. Além disso, a empresa pode mapear os períodos e os locais mais suscetíveis a riscos meteorológicos, como vendavais, granizo, alagamentos, enchentes, tornados e outros. Assim, é possível traçar ações estratégicas para oferta de seguros direcionados.

Já para o segurado, o documento contém provas da situação meteorológica que causou o sinistro por meio do parecer técnico, e essa documentação acelera o processo de pagamento do prêmio.

As vantagens apresentadas pelo laudo meteorológico têm como base o fato de esse documento ser feito com exclusividade, personalizado para cada empreendimento e para cada caso. Somente dessa forma os gestores poderão ter acesso a informações seguras e que, de fato, vão auxiliar no processo decisório da obra.

Na Somar Meteorologia, a partir do momento da requisição, o time faz um verdadeiro trabalho investigativo e coleta todos os dados disponíveis de aeroportos, estações meteorológicas, imagens de satélite e de radares, perfis termodinâmicos e muitos outros.

O parecer do profissional é enviado para aprovação e, em seguida, o laudo meteorológico é produzido e enviado. Além disso, os laudos, certidões e estudos da Somar Meteorologia são emitidos com linguagem acessível e direta.

Deseja ter essa valiosa ferramenta nas suas mãos para tomar as melhores decisões para a sua empresa? Entre em contato conosco! Somos especialistas em encontrar soluções que atendam exatamente às suas necessidades.