A análise de dados meteorológicos é um processo que compara os dados estimados com os dados de estação meteorológica da superfície, que é regulamentada pela Organização Meteorológica Mundial (OMM).

Esse processo pode ser realizado a partir de diversas variáveis climáticas, como precipitação, temperatura, vento, radiação atmosférica e pressão da superfície.

Por exemplo, se os meteorologistas fazem uma estimativa da precipitação em superfície por imagens de um satélite, é possível fazer a validação desses dados por meio de uma comparação com dados da estação da superfície.

Ter essas informações em mãos por meio de uma análise de dados meteorológicos é fundamental para medir a destreza de qualquer ferramenta climática que está estimando essas variáveis. Se for utilizado um modelo meteorológico para fazer a previsão do tempo nos próximos quinze dias, nesse período é preciso ter a validação dessa previsão.

Então, você já entendeu o que é a análise de dados meteorológicos e os benefícios que as grandes empresas têm em contratar esses serviços? Não se preocupe. Pelo sim ou pelo não, continue a leitura deste artigo que explicaremos melhor a temática!

Por que analisar os dados meteorológicos?

Imagine que você possua uma lavoura. As condições meteorológicas são fundamentais para o bom funcionamento e tomada de decisões na agricultura, certo? Afinal, isso vai influenciar diretamente a produtividade da sua plantação. Por isso, é importante conseguir mensurar a direção predominante dos ventos, a precipitação acumulada na safra, a temperatura média de um período etc.

Ou seja, a partir de uma análise de dados meteorológicos é possível monitorar variáveis que são de suma importância para a tomada de decisão no campo e o registro a longo prazo fornece suporte para um planejamento agrícola mais eficiente.

Se for verificado que este modelo não está representando bem o regime de chuvas da região, é possível, por meio de uma comparação matemática, mexer nos parâmetros do modelo, como a dinâmica da atmosfera que o modelo está representando e o tipo de cobertura vegetal.

Todos os parâmetros estão aptos à modificação para que possam representar a realidade do que foi observado. É para isso que serve a validação na meteorologia e seu benefício é o desenvolvimento de modelos que apresentem uma destreza cada vez melhor ao representar o sistema climático.

Quais são as empresas envolvidas na validação dos dados?

A validação de dados é feita todos os dias pela empresa Somar, até mesmo para calibrar os nossos próprios modelos de previsão e, desse modo, entregar uma previsão mais detalhada para cada cliente.

Há também modelos estatísticos que fazem a correção dos erros da previsão diariamente. Assim, identificamos se um modelo está apontando um padrão de tempo que não é a realidade e ele se autocorrige por meio de estatísticas e fatores de correção que são aplicados a ele.

A Somar está há 20 anos no mercado e tem solidez, segurança e credibilidade para uma empresa atuar com olho no futuro, antecipar mudanças, reduzir riscos e gerar bons resultados.  

Então, mesmo que o modelo meteorológico não consiga ser fidedigno ao comportamento do sistema climático, já que é um sistema bastante complexo e os processos dinâmicos da atmosfera são bastante caóticos, ao longo dos anos o computador evoluiu bastante ao ponto de ter um conhecimento mais elaborado sobre o assunto e trazer um resultado mais próximo da realidade.

Como funciona essas análises?

As estimativas desses dados podem vir a partir de modelos meteorológicos, tanto de estipulação geral quanto regional, por meio de imagens de satélites e equipamentos de funcionamento remoto, como o radar. Um exemplo muito comum na meteorologia é quando você faz um estudo de índices climáticos da seca e tem que fazer com que seus dados de distribuição da chuva ao longo do ano tenha um comportamento com a função gama, no estado de São Paulo, por exemplo.

Para avaliar se o seu modelo está fazendo uma boa estimativa dos seus dados de chuvas passadas, você tem que identificar que essa distribuição gama é obedecida para os dados das chuvas no decorrer do ano no estado de São Paulo.

Dessa forma, a validação também é feita por meio de estatísticas. Por exemplo, se a distribuição da chuva ao longo do ano no estado de São Paulo é uma distribuição gama, é preciso que isso seja comprovado por meio de testes de aderência, que são testes de ajustes dessa curva teórica ao ajuste da curva prevista para o estado de São Paulo. Também existem aparatos estatísticos envolvidos no processo de validação dos dados.

Quais as informações extraídas e como usá-las?

Para que as informações sejam processadas, o observador meteorológico faz a leitura do barômetro, verifica a quantidade, tipo e distribuição das nuvens. Depois, confere se há a presença de fenômenos ópticos como halo, arco-íris, glória etc. A partir disso, vai até o cercado meteorológico, realiza a leitura dos instrumentos presentes no cercado (termômetro do solo, evaporômetro externo e pluviômetros), vai até o abrigo meteorológico e verifica os instrumentos em seu interior.

O observador deve fazer todas as anotações em uma caderneta e depois transcrevê-las para uma folha de papel A3, que possui uma tabela com colunas para cada variável meteorológicas e linhas para cada horário de observação.

Quais são as fontes envolvidas na validação de dados?

Primeiramente, é preciso saber que a validação de dados é feita para variadas fontes. Ela pode ocorrer por satélite, por modelos ou por radar. O padrão é comparar esses dados estimados com dados da estação da superfície, geralmente credenciados pela OMM. E ainda, alguns institutos possuem suas próprias estações meteorológicas para ajudar a desenvolver pesquisas. Esses geralmente apresentam boa confiabilidade, como o Instituto Agronômico de Campinas.

Assim, é importante destacar que há diversas fontes envolvidas no processo de análise de dados meteorológicos para contribuir com os benefícios das empresas que contratam e realizam esse tipo de serviço, como a Somar Meteorologia.

Agora que você entende mais sobre como ocorre a análise de dados meteorológicos, já pode entrar em contato com a gente e ver quais são os trabalhos que oferecemos. Basta acessar a nossa página!