Tá sem tempo para ler? Ouça o áudio que o nosso C.E.O preparou para você.

A aviação é um dos meios de transporte mais seguros, além de rápido. Mas, para que essa eficiência aconteça, há muita tecnologia envolvida. Não só no desenvolvimento das aeronaves, mas também em ferramentas e instrumentos que garantem a segurança dos voos.

De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC), com base em relatórios internacionais, o mau tempo é um fator importante em mais de um quinto (21%) de todos os acidentes aéreos.

A meteorologia, portanto, é uma das ciências envolvidas nessa atividade e tem um papel fundamental para garantir que tripulações, passageiros e até mesmo cargas cheguem íntegros ao seu destino.

Neste post, apresentaremos cinco formas de interação que a previsão do tempo tem com a aviação. Boa leitura! 

1. Previsão de furacões

Furacões são eventos meteorológicos de força intensa e grande poder de destruição. Quando há a iminência de um, avisos de alerta são lançados e diversas atividades são interrompidas. Uma das primeiras é a aviação.

A previsão do tempo auxilia na identificação do risco de furacões com alguma antecedência, permitindo que as companhias aéreas, os passageiros e também as empresas — quando se trata do transporte de cargas — se planejem para a mudança dos voos.

2. Desenvolvimento tecnológico

A meteorologia também está envolvida no desenvolvimento tecnológico das aeronaves e dos equipamentos de voo. Durante a viagem, há um monitoramento em tempo real das condições climáticas, realizado pela equipe de voo. Além disso, os controladores, em terra, também monitoram o tempo 24 horas por dia.

A tripulação recebe um briefing (uma espécie de resumo) de quais serão as condições meteorológicas durante a viagem e os controladores de voo conseguem orientar um piloto para que ele faça um pouso por aparelhos, em caso de pouca visibilidade.

3. Traçado de rotas

No caso de ventos fortes, raios ou outra situação adversa, pode ser necessário mudar a rota de um voo. Isso pode acontecer antes de o avião decolar ou depois que ele já está em curso, dependendo das condições reais encontradas pelo piloto.

A previsão do tempo é a ferramenta que possibilita enxergar as alternativas e determinar uma nova rota, mais segura, para a aeronave.

4. Atraso ou cancelamento de voos

Os passageiros detestam quando a companhia aérea dá o aviso de voo atrasado ou cancelado. No entanto, quando essa alteração se dá por condições meteorológicas, a medida pode ser a garantia de um voo seguro.

Nevoeiros, ventos fortes, tempestades e outros fenômenos naturais podem apresentar um enorme risco para as aeronaves. Portanto, diante deles, muitas vezes é melhor mudar os planos.

5. Aproveitamento do espaço aéreo

No dia 29 de junho de 2018, a aviação bateu um novo recorde de número de aviões no ar: mais de 200 mil em um único dia, um número sem precedentes. Isso aconteceu porque, cada vez mais, busca-se um melhor aproveitamento do espaço aéreo. 

Essa ocupação cada vez maior dos ares só é possível por meio do monitoramento meteorológico, que permite saber onde há condições para voo e quais regiões do espaço aéreo devem ser evitadas em um dado momento.

Os fenômenos meteorológicos são forças que não podemos controlar, nem evitar que aconteçam. Mas os dados fornecidos pelos mapas do tempo são essenciais para que possamos nos planejar diante dessas ocorrências, otimizando tempo e recursos. No caso da aviação, isso está diretamente ligado à segurança dos voos.

Ficou interessado em saber mais sobre como a meteorologia pode ajudar o seu negócio também? Entre em contato conosco! Teremos prazer em encontrar a melhor solução para sua empresa!