Conteúdo disponível em áudio. Clique no play!

Na indústria, os processos têm se tornado cada vez mais automatizados, e a tecnologia vem assumindo um papel cada vez maior na cadeia produtiva. No entanto, uma função nunca será substituída: a de gestão da produção industrial.

O profissional que ocupa essa posição deve ficar atento às tendências do mercado e procurar sempre otimizar os processos em sua organização. Neste post, ensinamos cinco passos para extrair o melhor da produção industrial.

Boa leitura!

O que é a gestão da produção industrial?

A gestão da produção industrial é a área que se ocupa do planejamento da produção. O profissional dessa área acompanha todos os processos fabris e estabelece uma ponte entre os diferentes níveis hierárquicos e departamentos da indústria, fazendo com que tudo corra de forma acertada e sem erros que possam levar à interrupção da produção.

A área é estratégica para todas as indústrias, uma vez que suas ações têm impacto direto sobre a produtividade, a qualidade, a otimização do uso dos recursos e a redução de custos. Tudo isso reflete diretamente na competitividade da empresa.

Como otimizá-la na sua empresa?

Certificar-se de que a gestão da produção industrial está obtendo seu máximo desempenho é uma chave para o sucesso da indústria. Algumas posturas garantem que a área funcione em ótimo nível. Veja!

1. Esclareça metas e responsabilidades

Em uma equipe de remo, a vitória só acontece se todos estiverem remando coordenadamente e na mesma direção. Com a produção industrial não é diferente. Todos os membros de uma equipe devem ter, de forma muito clara, estabelecidas as suas responsabilidades, saber quais são as necessidades da organização e onde se deseja chegar.

Dessa forma, todos os esforços estarão vetorizados para uma mesma direção, garantindo que recursos preciosos, como matérias-primas e até as horas de trabalho dos funcionários, não sejam desperdiçados em retrabalho.

2. Implemente o uso de ferramentas tecnológicas

A tecnologia na indústria não é uma novidade — aliás, a indústria nasce justamente quando a tecnologia passa a fazer parte do processo produtivo. O que muda agora é que, além de ter papel ativo na linha de fabricação, as ferramentas tecnológicas também têm a função vital de fornecer informações.

Com os softwares atuais, é possível obter uma enorme variedade de dados. Cruzados, eles podem dar informações sobre recursos que não estão sendo bem aplicados, processos que podem ser realizados com menos esforço e vários outros aspectos. A economia da informação já é uma realidade, e a empresa que souber acompanhar essa tendência estará na vanguarda do mercado.

3. Adote postura preventiva e logística

Em qualquer situação, é melhor evitar que um dano ocorra do que tentar conter os estragos depois do fato se concretizar. O monitoramentos dos processos e o planejamento das ações é uma abordagem que garante a visibilidade dos potenciais problemas antes de eles ocorrerem, evitando, assim, gastos com situações que poderiam ter sido evitadas.

4. Faça monitoramento do clima

A meteorologia tem impacto em várias atividades econômicas, como na construção civil, no agronegócios e, claro, na indústria. O monitoramento meteorológico é uma ferramenta que fornece importantes informações estratégicas, que serão fundamentais na tomada de decisões. 

Esse acompanhamento pode se refletir na logística, no armazenamento e até nas vendas. E tudo tem um impacto direto na produtividade da indústria e no desempenho da empresa.

5. Realize um diagnóstico para fundamentar as decisões

Para tomar boas decisões e até para ter a segurança de assumir riscos calculados, um gestor precisa de informação. Quanto mais dados ele tiver acerca de uma situação, mais condições terá de fazer uma análise cuidadosa e decidir qual o melhor caminho para a indústria naquele determinado momento.

Para isso, fazer um diagnóstico da empresa e do contexto é essencial. Esse dossiê fornecerá o conhecimento necessário para uma escolha consciente por parte do gestor.

A gestão da produção industrial é um elemento-chave para a produtividade e o desempenho da empresa. Seguindo os passos apresentados neste post, o gestor conseguirá otimizar esse processo e alcançará o potencial total de sua indústria.

Para ter acesso a outros conteúdos como este, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook, LinkedIn e Twitter.