Sem tempo para ler? Que tal OUVIR esse texto? Clique no play,ouça e baixe o que preparamos para você.

Hoje em dia,utilizam-se tecnologias e máquinas em nossa rotina, para torná-la mais prática e simples.

A agricultura e outros setores do mercado fornecem mercadorias que abastecem os nossos lares e empresas. Uma decisão equivocada, ou a falta de conhecimento, colocam em risco todos os fluxos desses processos.

A meteorologia é um ponto crucial nessas horas. As condições do clima garantem, ou não, o correto funcionamento de tudo o que nos rodeia. Uma mudança brusca no tempo, por exemplo, pode dizimar a produção de grãos ou provocar enchentes em grandes cidades. Veja os benefícios do monitoramento meteorológico na agricultura.

Contudo, muitos profissionais ainda não conhecem a importância da meteorologia para o sucesso de um negócio. Dessa forma, este post vai explicar conceitos e mostrar quais resultados você poderá alcançar quando toma atitudes baseadas em informações atualizadas sobre o clima. Confira a seguir!

O que é meteorologia?

Essa palavra tem a sua origem na Grécia Antiga e representa o estudo dos corpos no ar, ou seja, é a análise do comportamento da atmosfera. Como ela representa tudo que cerca o planeta Terra, a compreensão da meteorologia tem grande influência nas relações humanas.

Como isso nos impacta diretamente?

As atividades do cotidiano dependem diretamente do comportamento climático de cada região. Durante o planejamento de um evento, por exemplo, é preciso saber qual será a temperatura média ou se vai chover no dia. De forma semelhante, quem planeja uma viagem para a praia quer escolher a época com o melhor tempo, com muito sol e sem chuva.

Esses exemplos são simples, mas a importância da meteorologia vai muito além disso. Ainda na mesma linha de raciocínio, o ramo hoteleiro utiliza os dados meteorológicos para preparar as suas acomodações para os hóspedes. Os bares costeiros dependem do sol e do calor para vender mais bebidas e comidas aos clientes.

Se o consumo aumenta, as indústrias e as fazendas precisam produzir mais para atender às demandas do mercado. Assim, é possível concluir que todos os setores da sociedade estão interligados pela meteorologia, por mais que muitos ignorem o assunto.

A construção civil também analisa as informações meteorológicas. Raios, rajadas de vento e chuvas fortes atrapalham os trabalhos nos canteiros de obras e desperdiçam materiais. 

A logística de mercadorias pelo nosso país é outro bom exemplo. O transporte de produtos depende diretamente das condições climáticas, pois qualquer problema de visibilidade no trajeto atrapalha a entrega do frete.

Entenda melhor com o exemplo abaixo:

O simples ato de pedir uma cerveja na praia está atrelado ao estudo do clima regional. Antes de dar início à produção, os fazendeiros que desejam desenvolver a melhor cevada devem escolher uma região propícia à formação de sementes que resistam a intempéries e pragas.

Nessas horas, a meteorologia fornece informações sobre o período chuvoso e as condições de radiação solar de todo o território brasileiro. Todas as etapas, do plantio até a colheita, devem ser planejadas com muita atenção e cuidado. Não se esqueça também de que o armazenamento e o transporte não podem ser deixados de lado, já que os grãos não podem ficar muito tempo no pé após a maturação.

Além do mais, as condições climáticas mudam de um ano para o outro. Se 2017 foi muito produtivo, 2018 pode oferecer vários obstáculos para a obtenção de resultados positivos. A queda da temperatura e as chuvas irregulares interferem no planejamento da produção, assim como as tempestades e o aumento do calor. Quem analisa esses riscos com antecedência conhece a importância da meteorologia e consegue fazer um planejamento mais assertivo.

E as exigências não param por aí. A localização da indústria que produz a cerveja, por exemplo, também deve ser determinada a partir de dados climáticos. A umidade do ar e a temperatura beneficiam o armazenamento em condições ideais dos grãos.

Outro ponto muito importante está relacionado à incidência de chuvas fortes, que alagam rios e córregos. Essas ocorrências atrapalham a logística de insumos produtivos e de funcionários até a fábrica.

Até as ações de marketing das produtoras de cerveja dependem da meteorologia. Você já deve ter reparado que elas ganham mais força no verão, época em que o calor é maior e o consumo do produto aumenta, correto?

Com isso, é possível concluir que esse assunto determina a forma como as empresas se relacionam com o mercado. Deixar a meteorologia de lado é uma atitude contrária, que pode colocar em risco o sucesso do seu negócio.

De quais formas e por meio de que tecnologias pode-se fazer o monitoramento do tempo?

Os avanços tecnológicos mudaram a forma como você enxerga o mundo. Hoje em dia, qualquer pessoa acessa a internet para entrar em contato com amigos e fazer compras. Essas mudanças chegaram até as empresas e fazendas também. A automação de processos e o uso de máquinas avançadas melhoram o desempenho — e não poderia ser diferente com a meteorologia.

Satélites fazem observações sobre tudo o que acontece no clima de uma região. Eles também criam uma perspectiva com base no histórico do local . Com isso, a principal ferramenta dessa área de atuação é a simulação por computador, que é chamada de modelo numérico de previsão do tempo. Em outras palavras, ela cria uma atmosfera artificial e simula eventos para as próximas horas, dias e meses.

Os radares meteorológicos também são utilizados, mas apenas em análise a curto prazo. Contudo, na agricultura, eles são adotados para analisar o deslocamento da chuva. Dessa maneira, você consegue calcular quantas horas é possível trabalhar durante o inverno, por exemplo.

Como é feito esse monitoramento?

É preciso analisar várias informações e relatórios quando você toma decisões para comprar suprimentos ou contratar novos funcionários, não é mesmo? Pois bem, os estudos meteorológicos simulam vários parâmetros, como a velocidade e umidade do vento, chuva, temperatura ambiente e pressão atmosférica em um determinado ponto.

Muitos profissionais ainda utilizam suas próprias experiências e análises próprias em suas rotinas. Em algumas situações, eles podem acertar, mas os riscos que elas oferecem para o sucesso do negócio são grandes.

O uso correto de um radar meteorológico dá precisão total para a previsão do tempo com alguns minutos de antecedência, como meia hora. Já na agricultura, o período de 7 dias de antecedência é utilizado para prever informações mais precisas. (Um radar meteorológico indica precisão para poucos minutos adiante, como meia hora, por exemplo. Já para tomadas de decisão na agricultura mais prolongadas, maior do que 24 horas, a melhor alternativa é apelar para as simulações atmosféricas, cujas informações são mais precisas com até 7 dias de antecedência.)

 É preciso ter cuidado em suas decisões, por exemplo: como não há certeza na quantidade de chuva que pode cair após o oitavo dia, você deve evitar entrar no mérito da quantidade absoluta de precipitação.

Com a leitura deste post, você descobriu a importância da meteorologia. Com exemplos simples, é possível demonstrar que essa área do conhecimento está presente em todos os fatores de sua vida, independentemente do seu nicho de atuação.

Por esses motivos, é fundamental que você trabalhe com uma empresa com grande experiência no mercado meteorológico. Com isso, é possível ter mais certeza e tranquilidade para tomar atitudes que fomentem o crescimento do seu negócio.

Agora, entre em contato e se prepare para não correr riscos em sua produção!